domingo, 25 de julho de 2010

Dourada Escalada Grelhada/Assada no Carvão

Pode parecer mais um prato "normal" e banal duma Dourada Escalada assada no carvão mas o que torna este peixe assado diferente é o tempero em que fica a marinar dum dia para o outro para ganhar sabor.
Começo por pedir, quando compro as Douradas, para me as escalarem (abrir o peixe ao meio para ficar como está na foto) porque é mais fácil do que ser eu a fazê-lo em casa.
Depois faço uma marinada com Leite de Coco, sumo de um limão, sal a gosto e picante também a gosto. Misturo tudo e deixo as Douradas no frigorífico, dum dia para o outro, a marinarem nesta mistura.
Depois é só assá-las, de preferência no carvão, estão prontas e ficam muito saborosas. Acompanha-se com o que se quiser: batatas cozidas, legumes ou apenas uma salada.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Migas de Pão de Milho

Tudo "começou" há uns anos atrás no Mercado Medieval em Óbidos. Na dúvida sobre o que petiscar nas diversas tasquinhas existentes, optámos sempre pelo que menos comíamos em casa ou habitualmente e o que nos chamou a atenção, foram as Migas de Pão de Milho. Adoro pão de milho e nem percebo porque  nunca fiz estas migas em casa. Este ano não foi excepção e comemos as 'famosas' migas no Mercado Medieval, sendo que as crianças cá de casa adoraram, o que foi mais um incentivo para fazer este petisco delicioso que também serve de acompanhamento.
É das poucas receitas que fiz "a olho" e em que não consultei nem a minha mãe (que não gosta deste pão) nem outras receitas na net. Assim sendo, e porque já devem estar farto(a)s de tanta história, aqui fica a receita, tão simples e tão saborosa. Não fosse eu andar em contenção alimentar, teria comido o dobro ou o triplo do que comi...
Num tacho refoguei, em azeite, vários alhos picados com coentros e um pouco de feijão frade. Quando tudo alourou, coloquei no refogado o miolo dum pão de milho e pedaços da sua côdea porque gostamos muito assim. Envolvi tudo, adicionei um pouco  mais de azeite e sal q.b. e estava pronto. Não ficou tão homogéneo  como as migas que comemos no mercado mas estavam igualmente apetitosas e saborosas.
Se alguém souber de alguma indicação/acrescento/ideia a esta receita, agrdeço a partilha para poder melhorar/alterar e inovar as migas que nunca tinha feito...
:)



domingo, 18 de julho de 2010

Bolo de Aniversário de Chocolate

Fui buscar a receita e a inspiração para fazer este bolo ao blog As Minhas Receitas mas, por falta de tempo, não fiz nem comprei a pasta de açúcar pelo que aqui fica a minha adaptação à receita original que pode ser lida aqui.
Assim sendo, aqui está a receita do meu primeiro bolo de aniversário, o que me deixou algo nervosa na sua confecção mas, felizmente, ficou muito apetitoso e saboroso. Ao contrário dos bolos de compra que acabam sempre por sobrar e estragar-se no frigorífico, este bolo, que até era grande, durou dois dias para sete pessoas...
Os ingredientes necessários para o bolo e que usei foram:

300gr de farinha com fermento,
8 colheres de sopa de cacau em pó,
350gr de manteiga sem sal,
100gr de açúcar mascavado escuro,
250gr de açúcar,
2 colheres de chá de fermento,
6 ovos,
3 colheres de sopa de leite.
Recheio e cobertura:
1 lata de leite condensado cozido.

Preparação:

Coloquei todos os ingredientes para o bolo numa taça grande e bati com a batedeira até obter uma mistura cremosa que caísse da colher. Juntei mais três colheres de sopa de leite porque a massa me parecia muito consistente e voltei a bater.
Dividi a mistura do bolo por duas formas redondas sem buraco com cerca de 22 cm de diâmentro, previamente untadas e forradas com papel vegetal.
Levei ao forno quente (200ºC) durante cerca de 30 minutos e foi tempo a mais. Para a próxima, deixarei cozinhar apenas durante 25 minutos. Retirei os bolos das formas e deixei arrefecer.
Sobre um dos bolos coloquei o leite condensado cozido espalhando bem, e coloquei o outro bolo por cima. Como sobrou imenso leite condensado, decidi barrar o bolo com o restante leite, e ficou muito bom. Espalhei missangas decorativas, escrevi Parabéns com um lápis de pasteleiro cor-de-rosa (que mal se nota) e coloquei ainda uma placa decorativa a dizer Parabéns e comprei as velas (tudo à venda nos supermercados) porque estava um pouco 'perdida' quanto aos enfeites e à cobertura.
Ficou realmente muito bom e irei repetir este bolo nos próximos aniversários cá de casa, sendo que para a próxima já estarei mais segura relativamente a todo o processo de confecção deste bolo...

sábado, 17 de julho de 2010

Happy Birthday to me *

Que mais posso dizer? Que hoje é o dia do meu aniversário :)
Por isso, e duma forma muito egocêntrica, parabéns para mim!
:)

* post agendado

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Peixe Cozido com Batatas e Feijão Verde

Tendo em conta as respostas ao questionário que está a decorrer aqui ao lado, sobre o facto de saber se vale a pena colocar receitas de cozidos, grelhados e refeições mais simples, aqui está o nosso jantar de ontem. É um prato muito saudável, leve e que se pode fazer em qualquer altura, mesmo não estando preparado porque o peixe (neste caso, Pescada) pode cozer-se ainda congelado.
Assim, chegada a casa, retirei o peixe do congelador e coloquei-o no tacho, sem água, coberto de sal. Depois de cerca de uma hora assim, juntei água e cozi o peixe durante cerca de quinze minutos.
À parte descasquei cinco ou seis batatas pequenas e um "molho" de feijão verde que levei a cozer temperados com sal a gosto, durante cerca de vinte minutos, juntamente com dois ovos.
Ficou tudo pronto num instante e assim jantámos peixe cozido, temperado com azeite e vinagre de sidra. A acompanhar tivémos uma salada de alface e tomate.
Creio que é a primeira receita que coloco aqui duma comida cozida... Achava que não tinha muito interesse mas pelos visto tem. Prometo que irei colocar mais receitas assim.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Frango no forno com ervas aromáticas

Confesso que estava algo reticente quanto a este novo produto da Maggi e à forma de confeccionar o frango mas quando pedi no talho um frango partido aos pedaços (com a intenção de experimentar uma nova receita) e como oferta vieram estas ervas aromáticas, confesso que não resisti em experimentar...
Assim sendo, experimentei e é mesmo como diz na embalagem: colocar o frango dentro do saco que vem na saqueta, misturar o frango com o tempero (no caso, sabor a ervas aromáticas), envolver tudo, fazer pequenos furos no saco, atar o saco (acessório incluído no pacote de temperos) e levar ao forno durante cerca de meia-hora.
É mesmo verdade, não foi preciso azeite, nem óleo, nem margarina nem outra gordura qualquer. O frango ficou 'assado' com um sabor agradável e apelativo mas não deixa de ter um ar um pouco de "plástico", quanto a mim. Claro que as crianças cá de casa adoraram mas eu e o marido concluímos que preferimos o frango temperado e cozinhado por mim.
No entanto, é uma óptima alternativa para os dias em que não se tem tempo nem nada preparado ou planeado para uma refeição. É só comprar o frango e colocá-lo no forno com este tempero.
No caso, acompanhámos com batatas fritas, algo que raramente ou nunca se come cá em casa...

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Receitas "básicas" (grelhados, cozidos, dia-à-dia, etc) - vale a pena colocar no blog?

Decici colocar esta sondagem aqui ao lado e gostava de ter a vossa colaboração porque muitas vezes me pergunto se valerá a pena colocar aqui receitas simples e básicas do dia-à-dia como, por exemplo, grelhados, cozidos, etc. porque os considero cozinhados "básicos", que toda a gente conhece e sabe fazer.
De qualquer forma, conto convosco para votarem e participarem na pequena sondagem e assim poder saber a vossa opinião. Se quiserem "dizer" algo mais ou dar outra opinião/sugestão, podem fazê-lo nos comentários a este post.
Muito Obrigada!

domingo, 4 de julho de 2010

Choco Frito

Adoro chocos (lulas e polvo) nas suas mais diversas 'variações' e este Choco frito nunca o tinha feito apesar de adorar. É usual fazer Choquinhos fritos mas o Choco "ferrito" "à moda de Setúbal" nunca tinha experimentado. Mais uma vez recorri à minha mãe e fiz da forma que ela costuma fazer e que penso ser comum a muitas receitas desta forma de fritar o Choco.
Comprei quase 1 Kg de tiras de Choco que cozi previamente, com um pouco de sal, durante meia hora. Depois de cozido e arrefecido (passei as tiras por água da torneira) retirei a pele que vem no Choco e temperei as tiras, de ambos os lados com sal, alho em pó e sumo de um limão (primeira foto). Deixei a marinar durante quase uma hora e depois passei as tiras por ovo e por farinha (segunda foto).
Fritei o Choco em óleo bem quente durante cerca de dez minutos em lume médio/forte e quando retirei do lume, colquei as tiras sobre papel absorvente para retirar o excesso do óleo.
Depois coloquei o Choco numa travessa e, esta parte é opcional, antes de servir, reguei as tiras com sumo de limão.
Acompanhámos com arroz branco e uma salada de alface e agrião mas poderia ter sido acompanhado com batata frita.
Ficou óptimo e muito apetitoso!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...