domingo, 23 de outubro de 2011

Bolo de Gengibre e Canela

Por vezes sinto que a cozinha e os seus ingredientes são infinitos porque há sempre um qualquer alimento, tempero ou matéria prima que nunca utilizámos na cozinha. No meu caso, estava em falta para com o Gengibre e há muito tempo que o queria experimentar.
Para me 'ambientar' comprei Gengibre em pó e foi a partir daí que decidi fazer um bolo e no caso, um Bolo de Gengibre e Canela cuja receita original está aqui.
Assim, para fazer este bolo utilizei:
- 1 colher de sobremesa de gengibre em pó,
- 100 grs de margarina,
- 1 chávena de leite (250ml),
- 2 chávenas de farinha de trigo,
- 2 chávenas de açucar,
- 1 colher de sobremesa de fermento,
- 3 ovos,
- 1 colher de sobremesa de canela.

Comecei por misturar bem os ovos com a manteiga (previamente derretida), juntei o açúcar e o gengibre.
Adicionei o leite, a farinha e o fermento e por fim a canela.
Untei uma forma sem buraco com margarina e polvilhei com farinha que levei ao forno durante 45 minutos a 180º.
Após o forno estar apagado ainda deixei que o bolo ficasse dentro do mesmo cerca de dez minutos.
Desenformei e polvilhei com açúcar.
Ficou muito bom, suave e com um sabor diferente com o toque do Gengibre.
(Vê-se mesmo que chegou o Outono a sério e a chuva, voltou a vontade de fazer bolos ao Domingo à tarde...).


sábado, 22 de outubro de 2011

Macarronada apetitosa com Frango, Perú, Bacon e Cogumelos em Molho de Tomate e Natas

Este prato surgiu assim do "nada" depois de ter retirado do congelador dois bifes de Perú e um peito de Frango.
Num tacho coloquei no fundo um pouco de azeite e por cima juntei a carne cortada às tiras (fi-lo com uma tesoura de cozinha). Temperei os pedaços da carne do Frango e do Perú com sumo de limão, pimentão doce e um pouco de Tempero de Sal (que tem também alho).
Deixei a marinar durante cerca de meia hora e levei ao lume para deixar refogar. Juntei uma lata pequena de cogumelos laminados e uma embalagem de 150 gramas de Bacon. Envolvi tudo e juntei um pouco de vinho branco.
Adicionei polpa de tomate e deixei cozinhar, sempre mexendo, durante 5 minutos em lume médio.
Juntei depois um pacote de natas light (200 ml) e ficou tudo ao lume por mais 5 minutos, envolvendo sempre todos os ingredientes no molho que ficou muito cremoso e saboroso.
À parte cozi num tacho com água e azeite, durante cerca de dez minutos, 250 gramas de macarrão.
Depois da massa estar cozida, escorri a água e reservei.
Deitei o molho e o Frango, o Perú, o Bacon e os Cogumelos numa travessa grande e redonda. Juntei o Macarrão por cima e envolvi tudo devagar por forma a que a massa não se partisse.
Ficou tão apetitoso que cá em casa todos repetimos.
Este cozinhado foi mesmo uma inspiração do momento, espontânea e 'livre' mas para respetir mais vezes.
:)



sábado, 15 de outubro de 2011

Bacalhau Espiritual...

Acho que há anos que tenho esta receita da qual existem as mais diversas versões sendo que o próprio Bacalhau é um ingrediente propício a formas muito diferentes de ser cozinhado.
Esta foi então mais uma receita para juntar a todas as que já fiz com Bacalhau e foi muito apreciado cá em casa, tanto que o filhote comeu toda a porção que lhe foi colocada no prato sem reclamações por causa da cenoura, da cebola e do alho...
Mas para fazer este Bacalhau Espiritual comecei por cozer quatro postas do Bacalhau (médias/altas) que posteriormente desfiei.
Num tacho grande coloquei uma cebola média picada e quatro dentes de alho picados. Adicionei um pouco de azeite, coloquei o Bacalhau, reguei com mais um pouco de azeite e juntei uma cenoura média/grande ralada.
Juntei também duas folhas de louro e levei tudo ao lume para alourar (mais ou menos 5/10 minutos). Nessa altura juntei cerca de 0,5 Lt de água quente, deixei ferver, fui sempre mexendo e envolvendo tudo e adicionei o miolo de uma Broa de Milho (+- 400 gramas).
Mexi novamente e deixei cozinhar por mais 5 minutos e apaguei o lume.
Deitei tudo num tabuleiro de ir ao forno e como não tinha queijo ralado, adicionei um pacote de natas por cima do refogado do Bacalhau e da Broa, tendo juntado depois uma camada de pão ralado com alho e salsa.
Levei ao forno, previamente aquecido, durante cerca de 35/40 minutos a 200º.
Ficou muito saboroso e apetitoso e foi acompanhado com uma salada de alface, tomate e coentros.
Fica ainda a dica relativamente à côdea que sobrou da Broa de Milho. Nos últimos cinco minutos em que o Bacalhau esteve no forno, juntei as côdeas para tostarem e ficaram uma espécie de tostas de pão de milho super apetitosas. Juntámos manteiga e ficaram uma delícia, um verdadeiro pitéu...



sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Tanto tempo sem vir ao blog e regresso com uma receita de restos...

Estive algum tempo sem vir ao blog pois a inspiração e a vontade de cozinhar não têm sido muitas. Também não fiz assim nada de novo pelo que acabei por não vir ao blog durante mais de um mês...
E hoje regresso com uma receita que é algo muito simples e feito de restos que havia no frigorífico: esparguete já feita e sobras de frango no forno.
Levei ao lume o resto do frango, devidamente desfiado, no molho que tinha, ainda com um pouco de cebola e batatinhas assadas no forno. Juntei 16 salsichas (enlatadas) cortadas, duas fatias de ananás também cortadas e deixei refogar um pouco.
Adicionei polpa de tomate, mexi e envolvi tudo. Deixei cozinhar durante cerca de dez minutos e juntei a esparguete já cozinhada. Envolvi tudo novamente, temperei com um pouco de sal e estava pronta uma refeição muito simples e apetitosa em que se aproveitaram sobras de comidas que já não chegavam para uma refeição em família.
(E depois desta ausência espero regressar e ser mais assídua aqui no blog...).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...