terça-feira, 28 de novembro de 2017

Camarão frito em alho com Noodles

Esta foi mais uma receita que saiu duma inspiração momentânea enquanto fazíamos compras no supermercado.
Vai daí que para esta receita simples e muito saborosa, que foi o jantar/petisco de duas pessoas, precisámos de:

Ingredientes:

- 750 g de Camarão,
- 4 dentes de alho médios/pequenos picados,
- Azeite q.b.,
- 1 malagueta pequena picada,
- 1 embalagem de Noodles do Pingo Doce, sabor camarão.

Preparação:

Descascámos o camarão previamente cozido, tendo retirado as cabeças e o rabo e temperámos o camarão com mais um pouco de sal e a malagueta picada.
Entretanto, preparámos os Noodles de acordo com as instruções da embalagem, num tacho.
Numa frigideira antiaderente levámos a refogar os alhos picados num pouco de azeite. Quando ficaram dourados, retirámos os alhos da frigideira e reservámos os mesmos à parte, num prato.
Adicionámos os camarões ao azeite quente na frigideira e deixámo-los fritar um pouco, até 'dourarem'. Nesta altura adicionámos os alhos, envolvemos tudo e estava pronto.
Comemos os camarões com os Noodles e ficou muito saboroso e apetitoso, com um belo Mateus Rosé a acompanhar.
Serviu de jantar e de petisco pois tínhamos também na mesa um queijo fresco, um patê e tostinhas que fomos comendo.
Tão simples e tão bom...


quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Tortilha de Bacon, Cogumelos e Queijo

Aqui fica uma receita de mais uma Tortilha, prática e saborosa.
Geralmente fazemos a Tortilha de Salsicha, Fiambre e Queijo mas desta vez variámos um pouco nos ingredientes principais.

Assim, para fazer esta Tortilha, para três pessoas e um almoço no dia seguinte, precisámos de:

- 2 batatas médias,
- Azeite q.b.,
- Óleo q.b.
- 1 cebola média/pequena,
- 5 ovos,
- 150 g de Bacon às tiras,
- 3 fatias de queijo fatiado,
- 1 lata pequena de cogumelos laminados,
- Sal q.b.
- Ervas aromáticas q.b.

Numa tigela mexemos os ovos com um pouco de sal e reservamos.
Numa frigideira levámos a fritar num pouco de óleo as batatas, cortadas em cubos pequenos/médios e finos, por forma a que fritassem um pouco.
Entretanto, adicionou-se à fritura a cebola picada que foi alourando enquanto as batatas fritavam ligeiramente por forma a ficarem moles.
Entretanto, quando a cebola alourou e as batatas estavam algo fritas mas ainda moles, retirámos tudo da frigideira, sem o óleo, esmagámos as batatas e colocámos tudo na tigela onde estavam os ovos mexidos e envolvemos tudo.
Reservámos tudo novamente.
Entretanto, levámos a fritar num pouco de azeite as tiras de Bacon e os Cogumelos.
Retirámos do lume e adicionamos tudo à mistura onde estão os ovos envolvidos com as batatas e a cebola e mexemos tudo suavemente.

Levamos ao lume, na mesma frigideira onde fritámos as batatas e a cebola, 1/3  desta mistura, espera-se uns segundos, e juntamos as três fatias de queijo, por forma a cobrir a totalidade da tortilha. Aguardam-se mais uns segundos e deita-se o resto da mistura da Tortilha por cima.
Quando tudo parece estar frito e cozinhado, com a ajuda de um prato raso, preferencialmente mais largo do que a frigideira, viramos a Tortilha para cozinhar do outro lado e adicionamos o resto da mistura da Tortilha.
Depois a opção é servir da própria frigideira ou então retirar da frigideira, com cuidado, para um prato (maior que a Tortilha) e salpicar com as ervas aromáticas.
Acompanhámos com uma salada de alface, tomate e cebola.
Estava muito saborosa e no dia a seguir, ainda mais...
:-)


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Lasagna Pockets

Esta receita foi uma novidade para mim pois nunca tinha feito nem comido Lasanha neste formato. 
Vai daí que a inspiração e a confecção não foram minhas. Dei apenas umas ajudas aqui e acolá ao Pedro que tratou de tudo.
Ficam os ingredientes necessários para esta lasanha em formato "de bolso", que fica super deliciosa e apetitosa, bem como a receita  para a confecção do Molho Béchamel:

- 400 g de carne de vaca picada,
- 6 placas de massa para lasanha fresca (usámos massa fresca comprada no supermercado),
- 1 cebola pequena picada,
- 2 colheres de sopa de Pasta de tomate (se não tiver, pode usar polpa de tomate),
- Queijo Mozzarela,
- Queijo Parmesão,
- Molho béchamel,
- Azeite q.b.,
- Piri-piri q.b. / malagueta,
- Sal q.b.,
Alho q.b.,

Fritar a carne temperada com sal e reservar.

Na mesma frigideira, alourar a cebola e o alho picados e por fim adicionar a cebola cortada aos pedacinhos. 
Juntar a pasta de tomate. Mexer bem e voltar a juntar a carne previamente frita. Mexer tudo, rectificar o sal e juntar uma malagueta picada.
Colocar duas tiras previamente cozidas de lasagna em forma de cruz, coladas com um pouco de molho béchamel entre ambas, deitar queijo Mozzarela por cima, ao centro e mais um pouco de molho por cima com um pouco de queijo Parmesão, também ao centro.

Levar ao forno, numa travessa ou tabuleiro para o efeito, forrado com papel vegetal onde se colocam as Lasagnas Pockets, pré-aquecido a 180º por 20 minutos.

(Estas quantidades deram para fazer seis Lasagnas Pockets).

= = =

Molho Béchamel:

- 30 g de Farinha,
- 30 g de Manteiga,
- 500 ml de leite,
- Sal q.b.
- noz-moscada q.b.
- pimenta q.b.

Levar a manteiga a lume brando e deixar derreter. 
Juntar a farinha com cuidado e desfazê-la na manteiga. 
Acrescentar a pouco e pouco o leite, mexendo sempre para não criar grumos. 
Deixar ferver durante uns minutos, até engrossar e temperar com sal e noz-moscada.







quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Compota de Pêra com Gengibre e Canela

Desta vez aventurei-me a fazer um doce baseando-me na receita que encontrei na revista "Continente Magazine", n.º 86, de novembro de 2017: Compota de Pêra com Gengibre.
Fiz apenas metade das porções indicadas porque queria experimentar e estava com algum receio que não corresse bem porque das poucas vezes em que experimentei fazer doces, não saíram lá muito bem...
Assim, neste caso, o doce foi pouco porque as quantidades não eram muitas. Para a próxima, dobro as quantidades que indico aqui:

- 500g de Pêras,
- 250g de açúcar amarelo,
- 50 cl de água,
- 1 limão (raspa),
- 1 colher de café de canela,
- 1 colher de café de gengibre moído.

Lavei, descasquei e cortei as pêras em pedaços pequenos que coloquei num tacho.
Às pêras juntei todos os ingredientes e deixei levantar fervura e nessa altura reduzi a temperatura.
Fui mexendo sempre até o açúcar atingir o ponto estrada e depois coloquei o doce, ainda quente, num frasco esterilizado. 
Fechei o frasco e deixei arrefecer um pouco.
Quando fui provar ainda estava algo morno e muito delicioso. Ainda que o sabor do gengibre se tenha intensificado, gostei da mistura de sabores que senti: o doce da fruta e do açúcar misturado com o sabor do gengibre a roçar o picante. Confesso que saboreei o doce duma forma "apreciativa" devido à mistura e ao impacto de dois sabores opostos, o doce e o picante...
É para repetir... Sabe muito bem com tostas ou num bocadinho de pão.
:-)


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...