sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Bolo de chocolate muito simples com cobertura

Olá a tod@s. Antes de mais quero pedir desculpas por uma ausência tão prolongada aqui do blog. Não foi por falta de receitas novas mas é que o tempo foi passando e acabei por não tirar fotos a tudo e com a vida intensa no dia à dia, por vezes o cansaço fala mais alto e acabei por não vir ao blog...
A todos peço as minhas sinceras desculpas e agradeço por se manterem desse lado...

Assim sendo, regresso com um bolo de chocolate, muito simples, para tentar adoçar o amargo da minha ausência, que leva cobertura e cuja receita me foi passada por uma amiga.
Devemos misturar e envolver 4 gemas, 1 chávena de açúcar, 1 chávena de chocolate em pó, 1 chávena de óleo, 2 chávenas de farinha, 1 colher de chá de fermento, 1 chávena de água a ferver e, por fim, as 4 claras em castelo.
Depois de untar uma forma com margarina e farinha, deitar a massa e levar ao forno previamente aquecido a 180º durante cerca de 25/30 minutos.
Este bolo fica sempre um pouco húmido por dentro e a cobertura é uma opção que acrescenta algum doce e guloseima ao bolo.
Para a cobertura precisamos de levar a lume baixo, num tacho, 7 colheres de sopa de açúcar, 7 colheres de sopa de leite, 4 colheres de sopa de manteiga e 7 colheres de sopa de chocolate em pó. Deixar ferver e 'borbulhar' e deitar por cima do bolo ainda morno. Depois é só espalhar e barrar o bolo com a cobertura.
Fica muito bom e é ótimo para os dias mais frios... Pode servir também como base dum bolo de aniversário, pode cortar-se ao meio e ser barrado com a cobertura, com leite condensado ou outro creme de que se goste...
 
 

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Bolo de Chocolate com Coco e frutas cristalizadas

Este bolo saíu assim meio inventado, meio à mistura de várias receitas juntando alguns ingredientes que tinha disponíveis em casa e que queria gastar, para além de não apetecer sair de casa neste dia mais que chuvoso, ventoso e frio.
Assim, numa tigela juntei e misturei 4 ovos inteiros, duas chávenas de farinha, 1 chávena e meia de açúcar, 1 chávena de óleo, 1 colher de chá de fermento em pó, 125 gramas de chocolate em pó (uma embalagem) e 1 chávena de coco ralado.
Envolvi tudo muito bem e reservei.
Untei um tabuleiro de ir ao forno com margarina e polvilhei com farinha.
No fundo coloquei algumas frutas cristalizadas de um resto que tinha num caixa que me tinha sobrado doutra receita e por cima deitei a massa do bolo.
Levei ao forno, previamente aquecido, a 175º durante 30 minutos. Quando apaguei o forno ainda deixei lá estar o bolo durante 15 minutos. Ao retirá-lo saíu logo da forma e por cima deitei açúcar em pó. Cortei aos quadrados e retângulos pelo que rende um bolo grande.
Ficou bom, pouco enjoativo porque não levou muito açúcar, e também poderá ser comido com doce e/ou gelado.
Para um bolo 'espontâneo' até que não saíu nada mal...
:-)



domingo, 22 de abril de 2012

A culinária está no almoço depois da maratona...

Como é sabido (ou não), moro na zona Oeste de Portugal.
Como é sabido (ou não), um dos meus 'hobbies' é andar de bicicleta...
Vai daí que aqui estou eu a partilhar o cartaz do II Passeio de BTT e da I Maratona que vai decorrer em Óbidos no próximo dia 06 de Maio (Domingo).
A organização está a cargo dos Bombeiros de Óbidos pelo que, para além do desporto e do convivío, a Maratona e o Passeio têm um cariz especial, que é o de ajudar os Bombeiros de Óbidos.
Assim sendo, convido todo(a)s a participarem e a inscreverem-se porque valerá muito a pena. Os trilhos e as paisagens são lindíssimas e há que ajudar boas causas.
Para as inscrições podem ir ao 'site' dos Bombeiros de Óbidos.
Para mais informações e estar a par das últimas novidades bem como espreitar algumas fotos por onde se passará a pedalar é só seguir este evento no facebook em https://www.facebook.com/pages/II-Passeio-I-Maratona-BTT-CB-%C3%93bidos-6-de-Maio-2012/189166501196866#!/pages/II-Passeio-I-Maratona-BTT-CB-%C3%93bidos-6-de-Maio-2012/189166501196866





sábado, 21 de abril de 2012

Bolo de Leite húmido

Numa tarde chuvosa apetecia-me fazer um bolo que não desse muito trabalho e que fosse rápido na confeção.
Assim, e sem pesquisar muito, dei de caras com este bolo de leite húmido que ficou muito bom. A massa fica realmente húmida, quase 'enqueijada', a parecer mal cozida, e isto é algo que cá por casa adoramos.
Com poucos ingredientes rendeu um bolo médio/grande porque fica muito consistente e não é preciso comer uma fatia grande para se ficar 'satisfeito'. Uma fatia mais pequena "enche" e fica a vontade de repetir.
Assim, para fazer este bolo precisei de:

Ingredientes:

- 4 ovos,
- 2 chávenas de leite,
- 2 chávenas de açúcar,
- 2 chávenas de farinha,
- 3 colheres de sopa de margarina,
- 1 colher de chá de fermento.

Numa tigela colocar os ovos e o açúcar e bater até ficar esbranquiçado.
Depois juntar a margarina previamente derretida (levei ao microondas durante 1 minuto), a farinha, o leite e mexer tudo muito bem.
Colocar a massa numa forma previamente untada com margarina e farinha e levar ao forno (previamente aquecido), a 180º durante 35 minutos.
Deixei ainda o bolo dentro do forno, depois de o ter desligado, durante cerca de 15 minutos.
Retirei da forma e esta ótimo.
Ainda a fumegar, comi uma pequena fatia com uma caneca de chá preto, o meu preferido...
:-)


-

sábado, 14 de abril de 2012

Bolo de Chocolate rápido com doce de Morangos

Queria muito fazer um bolo de chocolate que não desse muito trabalho. Ao fazer pesquisas pela net deparei-me com esta receita que me pareceu extremamente simples pelo que confeccionei o bolo fazendo apenas algumas alterações ao juntar mais dois ovos e ao rechear o bolo e 'salpicá-lo' com açúcar em pó.
Assim, para fazer este bolo precisei de:
- 6 ovos,
- 2 chávenas de chá de açúcar,
- 1 chávena de chocolate em pó (usei um pacote de 125 gramas),
- 2 chávenas de farinha de trigo,
- 1 chávena de óleo,
- 1 chávena de água a ferver,
- 1 colher de chá de fermento.
Juntei todos os ingredientes pela ordem atrás descrita, à excepção da farinha que deve ser alternada com o óleo, ou seja deitar a primeira chávena de farinha, colocar o óleo e só depois a outra chávena de farinha e o fermento.
Mexer e envolver tudo muito bem (socorri-me duma colher de arames) e vai ao forno a 200º, durante 40 minutos, em forma untada com manteiga e farinha.
Deixei o bolo arrefecer ainda dentro do forno, depois de apagado, durante cerca de 15 minutos e depois retirei-o e cortei-o ao meio. Aqui convém ter algum cuidado até porque o bolo se pode partir. No meu caso, hoje, 'rachou' um pouco por cima mas não há problema.
Coloquei doce de morango no meio do bolo, e por fim 'salpiquei-o' com açúcar em pó e missangas decorativas.
O bolo fica húmido por dentro e ficou muito saboroso.
Faz-se de forma simples e rápida e podemos enfeitá-lo ao nosso gosto ou deixá-lo simples.


sexta-feira, 13 de abril de 2012

Polvo à Lagareiro em crosta de broa de milho

Esta receita é uma 'readaptação' do Polvo à Lagareiro que já tinha feito.
A diferença é que decidi 'cobrir' o Polvo e as batatas, antes de ir ao forno, com uma crosta de broa de milho que tostou no forno.
Num tacho fiz um refogado com azeite, uma cabeça de alhos partidos, um molho de coentros picados e o miolo de uma broa de milho. Envolvi tudo e levei a lume médio durante cerca de 5 minutos e reservei.
À parte, cozi o Polvo num tacho grande cheio de água, uma cebola e uma folha de louro durante 1 hora. Depois de cozido, escorri o Polvo e cortei-o aos pedaços.
Num tabuleiro de ir ao forno coloquei o Polvo cortado aos pedaços e cerca de 1 Kg de batatas pequenas (com casca) previamente muito bem lavadas. Polvilhei as batatas com sal grosso, reguei tudo com azeite e deitei por cima o refogado da broa de milho.
Levei ao forno durante 30 minutos a 200º e estava pronto quando a broa de milho tostou um pouco.
Ficou deveras delicioso e é uma receita a repetir muitas mais vezes. O detalhe da broa de milho faz toda a diferença.



sexta-feira, 23 de março de 2012

Lasanha com carne picada

Já tinha feito uma lasanha parecida com esta, com carne picada, mas, desta vez decidi-me inspirar noutra receita. Assim, para esta receita de Lasanha que ficou muito boa, diria mesmo que foi a melhor que cozinhei até hoje, precisei de:
  • 1 Kg de carne de vaca picada,
  • 1 cebola picada,
  • 2 dentes de alho picados,
  • 450g de polpa de tomate,
  • 100g de margarina,
  • 3 folhas de louro,
  • 1 cubo de caldo de carne,
  • 1 copo de vinho branco,
  • 250g de massa para lasanha fresca,
  • 0,5L de molho bechamel,
  • 200g de queijo mozzarella ralado,
  • Sal q.b.,
  • Oregãos q.b.,
  • Pimenta q.b.
Preparação:
Numa frigideira, colocar a margarina e os alhos, a cebola picada e as folhas de louro. Deixar refogar.
Depois da cebola estar refogada juntar a carne picada. Mexer tudo e temperar com sal e com pimenta.
Juntar a polpa de tomate aos poucos, o cubo de caldo de carne e o vinho branco e temperar com oregãos a gosto.
Deixar cozinhar durante 10 minutos.
Num tabuleiro, colocar um pouco de carne, o suficiente para cobrir o fundo, espalhar um pouco de queijo ralado e colocar as folhas de massa de lasanha.
Colocar outra camada de carne, mais um pouco de queijo e mais uma camada de massa.
Repetir o processo até acabar a carne.
A ultima camada deverá ser de massa.
Por fim, cubrir com o molho bechamel e povilhar com o restante queijo ralado.
Levar ao forno a 200º durante 40 a 50 minutos.




quinta-feira, 22 de março de 2012

Recebi em casa...

E confesso que não me lembraria de confecionar receitas com cereais...
Em breve colocarei aqui novidades feitas com estes cereais e devo dizer que não conhecia os de chocolate e que adorei (eu e o filhote...).
Prometo também voltar em breve com novas receitas. A inspiração e a vontade para aqui vir não têm sido muitas...

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Empadão de alheira com espinafres

Assim que vi esta receita na Dica da Semana fiquei logo de olho nela porque me pareceu muito apetitosa... Não é que cá em casa seja costume comer Alheiras mas pareceu uma boa ideia juntá-la aos Espinafres e à batata frita palha. Para além disso, no tempo mais frio prefiro e adoro comidas mais reconfortantes, de preferência que tenham que ir ao forno.
Assim, para um tabuleiro médio precisei de:
- 2 alheiras,
- 400 gr de batata frita palha,
- o miolo de uma broa de milho (mais ou menos 300 gramas),
- 6 dentes de alho,
- 400 gr de espinafres congelados,
- Azeite a gosto,
- farinha q.b.,
- Sal q.b.,
- Pimenta.
Preparação:

Retirei a pele às alheiras, cortei-as em pedaços, deitei-as para uma frigideira e deixei cozinhar até ficarem douradas, mexendo de vez em quando. Aqui convém ser uma frigideira anti aderente ou então 'borrifar' o fundo de uma frigideira com um pouco de óleo senão a Alheira pega-se aos tachos.
Entretanto, noutro tacho, levei ao lume um tacho com um pouco de azeite, três dentes de alho picados e os espinafres já quase descongelados. Deixei cozinhar em lume brando até os espinafres descongelarem na totalidade, mexendo de vez em quando. Depois, aumentei o lume e deixei os espinafres cozinharem até que toda a água evaporou. Polvilhei com a farinha para engrossar, mexi bem e temperei com sal e pimenta.
À parte cortei a côdea ao pão de milho e retirei-lhe o miolo que coloquei logo num tacho. Adicionei três dentes de alho picados, reguei o pão e os alhos com azeite e levei tudo ao lume até o pão começar a ficar dourado e reservei.
Num tabuleiro médio de ir ao forno, espalhei a batata frita palha no fundo, espalhei os espinafres por cima, cubri com a alheira e polvilhei com o pão de milho.
Levei ao forno, previamente aquecido, a 200º durante 15 minutos apenas para dar mais uma corzinha e estar bem quentinho.
Só posso dizer que fica ótimo e muito saboroso e apetitoso. Só me apetecia era repetir mas como refeição altamente calórica que é, 'contive-me' ;)


sábado, 4 de fevereiro de 2012

Bifes de Frango salteados com Ananás em Mostarda e Molho de Soja

Aqui fica mais uma receita feita "a olho" e de inspiração momentânea...
Tinha 4 bifes de Frango (mais ou menos 600 gramas) e queria fazê-los de forma diferente...  Comecei por os cortar, com uma tesoura de cozinha, aos quadrados já para dentro de um tacho onde tinha colocado no fundo um pouco de azeite. 
Temperei os bifes com sumo de limão, sal, alho em pó e um pouco de pimenta branca. Entretanto temperei-os também com um caldo ("knorr") de galinha que 'raspei' com a faca para cima dos bifes e deitei um pouco de mostarda por cima do Frango.
Juntei pedacinhos de margarina, cortei duas fatias de ananás enlatado às tiras e juntei um pouco do sumo que estava na lata.
Deixei a marinar durante cerca de meia hora e levei tudo ao lume. Quando tudo refogou juntei metade de um pacote de Legumes de Horta (cerca de 200 gramas) do Pingo Doce, ainda congelados, e envolvi tudo. Juntei mais um pouco de sal e 'borrifei' tudo com um pouco de Molho de Soja.
Deixei a cozinhar durante cerca de 15 minutos e nessa altura juntei mais um pouco do Molho de Soja, deitei um bocadinho de leite para que o ácido do Molho de Soja ficasse menos agressivo e deixei cozinhar por mais 5 minutos até secar quase a totalidade do molho que estava no tacho.
Devo dizer que ficou absolutamente delicioso. Estava mesmo saboroso e apetitoso, tanto que cá em casa repetimos duas vezes :)
Servi acompanhado com Arroz Branco.


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Pataniscas de Bacalhau

Com uns restos de Bacalhau no congelador que não davam para fazer nada de muito elaborado, pela primeira vez na minha vida fiz Pataniscas que adoro...
Contudo, acho que ficaram um pouco 'grossas' e consistentes devido ao facto de ter colocado mais farinha que o necessário mas estavam muito saborosas ainda que com um aspecto grosseiro.
Fiz várias pesquisas na net e baseei-me nesta receita.
Assim, para fazer estas Pataniscas cozi duas postas baixas de Bacalhau que desfiei depois e juntei cerca de 300 gr de Bacalhau que tinha já desfiado congelado.
Lavei e piquei uma cebola média e um molho de salsa que coloquei numa tigela. Para cortar a Salsa tive a ajuda do meu filho que a cortou com uma tesoura e acabou por 'cortar' também a cebola.
Juntei 5 ovos inteiros e farinha (mais ou menos 100 gramas mas devia ter sido menos), mexi tudo e envolvi tudo muito bem e adicionei o Bacalhau e mexi tudo novamente.
Levei a fritar em óleo quente e fui deitando colheradas da massa que rendeu cerca de dez Pataniscas.
Coloquei sobre papel absorvente e serviram de petisco e para uma refeição que acompanhámos com Arroz de Tomate e Salada de Alface e Tomate.


sábado, 21 de janeiro de 2012

Bifanas em Molho de Fricassé com Gengibre e Açafrão, salteadas com legumes

Andava à procura duma receita para fazer bifanas e entretanto decidi fazê-las duma forma diferente do habitual...
Encontrei esta receita de Bifanas em molho de fricassé e decidi juntar alguns ingredientes pelo que saíu um prato diferente e aromático.
Comecei por cortar às tiras cerca de 1 quilo de bifanas que temperei com vinho branco, pimenta e sal. Levei tudo a alourar em azeite onde já tinha colocado uma cebola picada.
Deixei cozinhar e juntei a mistura de legumes da horta, para saltear, que se vende congelada no Pingo Doce (saco de 400 gramas).
Envolvi tudo muito bem e juntei o molho de fricassé que fiz préviamente misturando 3 gemas com o sumo de um limão e 1 colher de sobremesa de mostarda.
Temperei tudo com um pouco de gengibre e de açafrão, envolvi tudo muito bem novamente, deixei cozinhar mais um pouco e estava pronto.
Servi esta mistura acompanhada de massa mas poderia ter sido com arroz branco ou outro acompanhamento de que se goste.
As bifanas ficaram realmente muito saborosas e assim foram cozinhadas duma forma diferente do habitual...

domingo, 15 de janeiro de 2012

Bolo de Marmelada

Ontem no supermercado tive uma espécie de "impulso" para comprar uma caixa de marmelada porque é algo que não é muito usual na nossa alimentação diária.
De repente lembrei-me dum bolo de Marmelada que a minha ama, a senhora que tomou conta de mim dos 3 meses até à adolescência, e que foi como uma avó, costumava fazer.
Eu guardei a receita mas com as nossas mudanças para o Oeste suponho que esteja ainda guardada algures nalguma caixa ainda por arrumar pelo que tive que pesquisar na net uma receita 'parecida' ainda que não seja bem a mesma coisa... E a L. já não está entre nós há quase dois anos...
Ainda assim esta receita que encontrei foi a que me pareceu mais semelhante ao bolo que a L. fazia mas um dia quando encontrar a receita original irei colocá-la aqui...
Para a próxima também já sei que posso fazer este bolo numa forma mais pequena, e com buraco de preferência, porque o bolo ficou muito baixinho.
Para o Bolo de Marmelada precisei de:
- 200gr de Marmelada ,
- 100gr de Açúcar,
- 100gr de Manteiga amolecida (quase liquida),
- 4 Ovos,
- 175g de Farinha ,
- 1 colher sobremesa de Fermento em Pó.

Para preparar o o bolo:
Untei uma forma com margarina e polvilhei-a com farinha,  e entretanto liguei o forno a 200ºC.
Cortei a marmelada em pedaços numa tigela coloquei o açúcar com a manteiga quase liquida e bati com a batedeira até fazer creme, juntei as gemas e bati novamente até o creme ficar fofo.
De seguida juntei a marmelada e voltei a bater com a batedeira mais um pouco até a marmelada começar a desfazer (não desfazer a marmelada na totalidade).
Misturei a farinha com o fermento e juntei ao preparado anterior envolvendo bem primeiro com a colher de pau e depois de novo com a batedeira para ficar bem misturado.
Por fim bati as claras em castelo e envolvi cuidadosamente com a massa.
Deitei na forma e foi ao forno a 200ªC durante cerca de 30minutos.
Ficou muito simples mas muito apetitoso com o leve sabor da Marmelada... Por instantes regressei à minha infância e às memórias felizes que guardo comigo daquela que foi uma verdadeira avó para mim e que tanto me ensinou...


sábado, 14 de janeiro de 2012

Leite-Creme...

Ora aqui está uma das minhas sobremesas preferidas que eu própria nunca tinha feito... Quando vou a restaurantes, por norma, peço sempre um Leite-Creme para sobremesa, principalmente quando queimam o açúcar na hora, ou seja, quando o doce é servido... Adoro quebrar o açúcar com a colher e, principalmente, saboreá-lo...
Cá por casa não tenho ferros ou métodos que permitam fazer esse efeito mas, para primeira vez, até que este simples Leite-Creme não saíu mal de todo...
E já que adoro Canela, decidi colocá-la por cima ao invés do açúcar queimado que não tenho ou até mesmo caramelo líquido...
Andei a folhear várias receitas mas todas incluiam farinha maizena, algo que está em falta na minha dispensa, até que encontrei esta na revista "Cozinha Semanal", n.º 503, de 14 a 20/04/2011, que não precisava deste ingrediente.
Estas quantidades dão para cerca de dez taças de sobremesa.
Levei ao lume num tacho 1 Litro de Leite meio-gordo com 1 tira de casca de Limão e 1 Pau de Canela.
Entretanto, numa tigela, envolvi muito bem com uma vara de arames cerca de 100 gr de farinha, 200 gr de açúcar, 1 pitada de sal fino, 3 ovos e 4 gemas.
Quando o leite ferveu apaguei o lume e juntei-lhe o creme já mexido e levei tudo ao lume (brando/baixo) até ferver e engrossar e mexendo sempre por forma a que a mistura não cole ao fundo do tacho.
Retirei do lume e distribuí por taças individuais (cerca de dez) e polvilhei com canela.
Hum, ficou ótimo!
:)


sábado, 7 de janeiro de 2012

Caldeirada de Cação da minha mãe

Antes de mais, peço desculpas pela ausência aqui no blog mas a falta de tempo, de novas receitas e de inspiração fizeram com que não viesse tanto aqui como gostaria...
Espero ainda ir a tempo para desejar Bom Ano a todos que por aqui passam e regresso com uma receita da minha mãe que nunca coloquei em prática.
Trata-se da Caldeirada de Cação que a minha mãe sempre fez por gostar deste peixe e de não gostar dos restantes peixes que fazem parte duma Caldeirada.
O Cação é mais um prato típico do Alentejo de onde a minha mãe é oriunda e esta receita é muito simples e fica muito saborosa.
Temperar as postas do Cação com alho, sal, louro, colorau e coentros.
Num tacho levar a alourar em azeite duas cebolas às rodelas. Juntar também batatas às rodelas grossas, préviamente temperadas com sal e colorau.
Deixar tudo alourar e juntar água por forma a cozer as batatas.
Quando as batatas estiverem quase cozidas juntamos o Cação, um pimento cortado às tiras e um tomate médio/grande cortado aos pedaços. Juntar um pouco de polpa de tomate.
Envolver tudo devagar e deixar cozer o peixe e está pronto.
(Neste caso cozemos também uma posta de Pescada com medo que o filhote não gostasse deste peixe "tubarão" mas a verdade é que provou e gostou...).



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...