segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Azevias de Grão da minha mãe (do Alto Alentejo)

As Azevias, tal como as Filhoses, acompanham-me nos Natais desde sempre e tal como as Filhoses, nunca as fiz porque acho sempre que sendo feitas pela minha mãe, estão excelentes e com um sabor diferente e quase "mágico"...
A receita da massa é exactamente igual à das Filhoses, que volto a deixar aqui, com a diferença de que no final, e depois de terem uma colher de sobremesa de doce dentro, a massa deve ser recortada em formato de "rissol XL" ou em formato de pastel de massa tenra, tal como está na foto das Azevias que aqui vos deixo.
Estas quantidades dão para dois alguidares médios cheios de Azevias.
Receita da massa:
- 1 Kg de farinha (de acordo com a minha mãe, e depois de ter experimentado várias farinhas, diz-me que a melhor e com a qual as filhoses ficam muito melhores é com a Farinha Branca de Neve Fina),
- 3 Ovos,
- Sumo de 2 laranjas,
- 1 caixa de banha de 250 gr,
- 1 dl de águardente,
- água quente com sal (mais ou menos 250 ml).
Amassar todos os ingredientes e ir colocando a água quente até perceber que está pronta a estender com o rolo da massa e que se descola das nossas mãos.
Depois ir colocando farinha nas mãos para estender a massa e amassá-la com o rolo por forma a que sejam feitas em forma de "rissol XL" para depois serem 'fechadas' com o recheio lá dentro.
Receita do Doce de Grão:
- para poupar tempo, podemos usar 2 latas grandes de grão já cozido,
- Casca e sumo de 1 laranja,
- 4 pauzinhos de Canela,
- Açúcar a gosto a partir de 0,5 Kg.
Devemos começar por retirar a pele ao grão (lembro-me de ter esta tarefa nas férias escolares de Natal da minha infância) e triturá-lo.
Depois colocamos o grão já passado e triturado num tacho juntamente com a casca e o sumo da laranja bem como os quatro pauzinhos de canela.
Quando ferver adicionar o açúcare mexer muito bem. Quando começar a 'borbulhar' deixar ficar assim um pouco em lume baixo e quando estiver quase seco está pronto o doce. Retirar os pauzinhos da canela e deitar uma colher de sobremesa dentro da massa que se fecha e se leva a fritar em óleo bem quente. Colocar sobre papel absorvente e depois deitar-lhes por cima açúcar e canela a gosto.

5 comentários:

Rachel disse...

Eu acabei de comer uma filhós e beber um chá :-)

Este ano não comi nem uma azevia e se eu gosto!! Mas tem que ser de grão.

Na minha família as Azevias não são tradição, na do meu marido sim.
Entendo essa magia que referes, eu sinto o mesmo.

Beijinhos

chris disse...

olá amada passando para te desejar o melhor em 2011 para vc e para sua família!!! Bjs

Andreia disse...

Finalmente vejo uma receita quase igual à que a minha bisavó "alentejanita" me passou e que eu só desde o ano passado começei a fazer! São óptimas, divinais e trazem tantas recordações! Não devemos perder estas receitas porque são uma relíquia! Da minha parte irei fazê-la perdurar no tempo.
Já agora a única diferença é que na massa ainda ponho chá de erva doce! As medidas tive que as criar porque quando a minha avó fazia era tudo a olhometro!

moranguita disse...

nunca fiz nem nunca comi mas devem ser uma maravilha mesmo
beijinhos

Anónimo disse...

Obrigada pela sua receita.Ao fim de muitos anos encontro a receita da minha avó.Vou fazê-la este fim de semana.Obrigada.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...